Agência TBO
Tecnologia na Construção Civil

Tecnologia na Construção Civil

O ramo da construção civil é um dos que não param de expandir, a adesão de novas tecnologias é um dos fatores que mais favorecem o impulsionamento dos negócios. Desse modo, os processos são otimizados, tornando-os mais eficazes e dinâmicos, auxiliando a transmitir uma imagem de inovação em relação às empresas do setor.

Elas estão cada vez mais investindo em tecnologia, com o foco em evoluir o negócio e se tornarem mais competitivas. Por isso, mesmo enfrentando os desafios dos últimos anos, a construção civil foi eficiente em gerar empregos e movimentar a economia. Assim, são inúmeras as novidades no mercado e estão se tornando necessidades frequentes e essenciais, confira alguns exemplos dos recursos disponíveis para os profissionais da área:

Smart Homes

Casas conectadas e inteligentes, como são conhecidas, as smart homes são residências que usam tecnologia para aprimorar todo o seu desempenho. Tem como finalidade proporcionar mais segurança e bem-estar para cada um dos moradores. Esses imóveis têm a característica individual de serem controlados mesmo de forma remota, possibilitando ligar e desligar sistemas de ventilação, apagar e acender luzes e trancar e destrancar portas. Conforme as tecnologias têm se tornado mais disponíveis, a tendência é que elas sejam integradas com mais regularidade em projetos de construção civil.

A nova onda de medidas para tornar as smart homes ainda mais conectadas, proporciona a oportunidade da utilização de uma única plataforma, que possibilitará o controle de todos os dispositivos de forma conjunta, gerando novas funcionalidades e maneiras de gerenciar a casa. Os dados criados por essa interatividade também são relevantes para o mercado, pois podem ser utilizados para customizar e aprimorar ainda mais a experiência de morar bem.

A Agência TBO participou da CASACOR Paraná, a maior e mais completa mostra de arquitetura, design e paisagismo das Américas. Nela, contemplamos por meio do audiovisual todas as empresas participantes do Ecossistema SEBRAE, empresas que como nós, estão inseridas na construção civil e estão sempre tentando aplicar a tecnologia nos serviços oferecidos. Uma das empresas se encaixa perfeitamente no conceito das Smart Homes: a Econdomi. Uma construtech que tem como proposta modernizar os prédios, e transformá-los em condomínios inteligentes. Confira mais sobre o aplicativo que foi desenvolvido por eles e estava à mostra na exposição:

Realidade Aumentada

Este recurso tecnológico proporciona aos agentes de obras e construtoras uma oportunidade de reconhecer melhorias e certificar a correção de problemas antes da construção real. Além disso, possibilita os clientes finais a terem uma visão do empreendimento antes da entrega ou conclusão de uma fase específica. A exposição de cenários projetados em 3D, que é uma forma de Realidade Aumentada, apresentando a planta em formato real e virtual, tem se disseminado como uma prática de vendas positiva e eficaz. 

Uma das principais vantagens da Realidade Aumentada é a chance de realizar simulações de segurança para evitar acidentes e possíveis riscos que os profissionais estão correndo em tarefas definidas. Outros dois fatores importantes são a economia de tempo e custos, oportunizando estudos de adaptações que não constam na planta original antes da execução real na obra.

Digital Twin

Essa tecnologia, traduzida do inglês como gêmeo digital, facilita o conhecimento do comportamento dos materiais e as falhas que cada um deles pode manifestar na construção, antes de começar o projeto. Seu aspecto principal é trazer a reprodução de objetos reais no ambiente virtual e pode ser utilizado para antecipar e analisar o comportamento das estruturas, fazer ajustes na planta e nos processos construtivos.

BIM (Building Information Modeling)

O Building Information Modeling (BIM) é uma modelagem do projeto de construção a partir da composição de uma projeção 3D, com o objetivo de construir modelos mais claros e fiéis ao resultado. Essa tecnologia observa a obra em todo o seu período de formação e consegue antecipar contratempos com mais aptidão, já que é uma ferramenta de administração das informações, fluxos de trabalhos e técnicas.

Com uma descrição de dados voltados para análise, elaboração e gestão da obra, ele compreende informações repletas de detalhes estruturais, elétricos e hidráulicos. Assim, é possível evitar a correção de erros, certificando mais tempo e qualidade para o projeto.

Sistemas em Nuvem

Nos últimos anos, o armazenamento de dados nas nuvens tem se tornado cada vez mais comum, inclusive para a construção civil, facilitando a transmissão de informações entre profissionais da mesma obra. Sendo assim, facilitando a inspeção e a solução de processos, feita de forma rápida e em tempo real, facilitando o compartilhamento das principais atualizações. 

Além das vantagens internas para as empresas conectadas à construção civil, o cliente final também é surpreendido quando ocorre a integração com a nuvem. A melhoria da gestão, processos internos, a conexão com fornecedores entre outros setores, resulta em obras com desfechos melhores, com menor tempo de construção e gastos reduzidos.

Concreto auto reparável

Mesmo sendo amplamente usado no âmbito da construção civil, esse material também tem desvantagens. A presença de fissuras ao longo do tempo é um ponto negativo importante, que pode danificar a estabilidade de edifícios, pontes, viadutos e outras estruturas. 

Novamente, o progresso da tecnologia possibilita a diminuição de riscos e custos, com a elaboração do bioconcreto, material desenvolvido com uma formulação especial que contém bactérias encapsuladas que são ativadas quando o concreto fissura e sofre infiltrações. Elas têm habilidade de sobreviver e se reproduzir em ambientes alcalinos, essas bactérias produzem calcita, material que preenche a fissura em alguns dias. 

Tintas Solares

As fontes de energia limpas estão se tornando cada vez mais acessíveis para a população, um exemplo é a energia solar que tem se mostrado uma das alternativas mais usadas, principalmente pelo uso de placas solares instaladas nos telhados de casas e empresas. Recentemente, foi anunciada a notícia do desenvolvimento de uma tinta com capacidade de capturar a luz solar e transformá-la em energia elétrica.

Essa tinta pode ser pintada sobre qualquer superfície e a sua composição química absorve a luz solar e ainda repele a umidade, propiciando mais durabilidade e resistência aos materiais em que foi aplicada, pois acontece separação do oxigênio e do hidrogênio. Dessa forma, é possível transformar o oxigênio em combustível quando ela é empregada na célula de energia.

Deixe um comentário

Your email address will not be published.